Conquista da Equipe de Basquete em cadeiras de rodas

 

 

Agosto de 2010 – Participamos do Campeonato Brasileiro Regional Leste e conseguimos O Vice-Campeonato. Pelo segundo ano consecutivo do governo da Prefeita Rosinha Garotinho o nosso convênio com a Fundação Municipal de Esporte só foi renovado em julho, fato este que até hoje não obtivemos uma explicação do porque a renovação em julho. No ano de 2009 a Prefeita Rosinha Garotinho pediu 180 dias para resolver as dividas do governo passado, aguardamos e tudo foi cumprido. Mas no ano de 2010 a nossa entidade tinha em mãos o certificado de Auditoria do Município, afirmando  que a nossa entidade estava com a prestação de contas do ano de 2009 aprovada e mesmo assim só foi renovado o nosso convênio em júlio de 2010. 

 

Dezembro de 2009 – Viajamos à Recife para participar do Campeonato Brasileiro da 1ª Divisão a elite do basquete em cadeira de rodas do Brasil. Neste ano cairam 4 equipes para a segunda divisão, mas a ONG com toda a dificuidade de jogadores fizemos um jogo mortal contra a FUNAD da Paraíba e saimos vencedores alcançando a 7ª posição e mantendo-se na 1ª Divisão.

 

Setembro de 2009 – O Campeonato Carioca foi realizado em Volta Redonda dntro da programação da OLIMPEDE (Olimpiadas das Pessoas deficienetes). A equipe da ONG ficou em 3º Lugar, mais uma vez prejudicado pela perda de atletas do ano de 2008.

 

Julho de 2009 –  A equipe de Basquete cadeirante da ONG viaja para a ANDEF para participar do Campeonato Brasileiro Regional leste com a participação de 12 equipes distribuidas entre os estados do Rio de janeiro, Minas gerais e Espirito Santo. Conquistamos o Vice-Campeonato, só perdendo para a ANDEF, que manteve o seu time do ano de 2008 com 3 jogadores e o técnico da Seleção. Com a mudança de governo em Campos o nosso convênio com a Fundação Municipal de Esporte só veio a ser firmado em júlio deste ano, não dando chance a nossa equipe de manter os reforços do ano de 2008 onde vencemos a ANDEF e fomos campeões do Regional.

 

Dezembro  2008 – A ONG viaja para Belo Horizonte para cumprir o  último e mais importânte compromisso do calendário de 2008, o Campeonato Brasileiro da 1º Divisão a elite do basquete cadeirante, e com uma perfomace sensacional, alcança o 5º lugar no campeonato, superando equipes de São Paulo, Paraíba e Pará.

 

Novembro 2008 – A equipe de basquetebol da ONG viaja para Niteroi buscando o Tetra Campeonato Carioca. Desta vez não deu, a equipe da ANDEF (Associação Niteroiense de deficientes físicos) vice campeã em 2003, 2004 e 2006, com 4 jogadores  da selação brasileira mais o técnico que foram a Pequim consegue pela primeira vez na historia do basquetbol do Estado do Rio de Janeiro vencer a ONG.

 

Setembro 2008 – Assistente técnico da Seleção Feminina Maurício Lemos, viaja com a seleção feminina para a PARAOLÍMPIADAS DE PEQUIM. “Foi uma experiência impar. Estar entre as 10 melhores equipes do mundo trouxe um aprendizado significante na parte técnica e tática do basquetebol em cadeira de rodas na minha carreira”.

 

Julho 2008 – Assistente técnico da Seleção Feminina Maurício Lemos, viaja com a seleção para Toronto Canada  para disputar um torneio Internacional SPITFIRE de seleçãoes que vão para a PARAOLÍMPIADAS de PEQUIM 2008. Participaram deste torneios as equipes do Mexico, Alemanha A e B, Inglaterra, Canada A e B e o Brasil. Pela primeira vez na História do basquete feminino o Brasil vence uma partida internacional. Batemos a equipe do México. Foi emocionante vencer o México, perdemos no PARAPAN do Brsail por 02 pontos e agora vcencemos por 09 pontos. No jogo contra a Inglaterra venciamos até o ultimo minuto do 4 quarto, mas uma desatenção custou a vitoria. Na opinião do Assistente Técinico Maurício Lemos, o nível que a seleção brasileira tem hoje sem dúvida é devido ao trabalho desenvolvido no norte do Brasil, pelo técnico Wilson Cajú da equipe do Allstar Rodas. Parabéns Cajú.

 

Junho  2008 –  Campos dos Goytacazes é sede do Campeonato Brasileiro Regional Leste. Com a participação de 10 equipes a maior competição Regional Leste realizada até agora, a equipe da ANDEF, com o técnico da seleção Brasileira Itamar e 05 jogadores convocados (Irio, Cleber, Sandoval, Adriano e Gabriel) chegam a Campos com estatos de Campeão. Como previsto,  ANDEF X ONG/Campos fazem a final. As duas equipes  proporcionam ao público um jogo espetacular. A garra do Time de Campos, comandada por Willian Rocha e Mauricio Lemos, venceram pala 19º vez consecutiva  a arquirival ANDEF e pelo placar de 68 X 63 a equipe da ONG/Campos se torna TRI-CAMPEÃ Regional Leste.

 

Maio de 2008 – O técnico da ONG Maurício emos, recebe o convite para ser Assistente técnico da Seleção brasileira de Basquetebol em Cadeira de Rodas  Feminino e viaja para a Inglaterra, para disputar o Campeonato Mundial VISA CUP. A equipe feminina comandada pelo técnico Wilson Cajú e pelo Assistente técnico Maurício Lemos, faz bonito na Inglaterra, perdendo para a China por 02 pontos em um jogo emocionante, recebendo elogios dos organizadores do evento pela evolução da equipe.

 

Novembro  2007 – Jogando só com atletas de Campos, a equipe da ONG alcança o seu objetivo, repete o resultado do ano de 2006 (9º colocado) permanecendo na 1º Divisão do Campeonato Brasileiro da 1º Divisão realizado em Niterói na ANDEF.

 

Julho de 2007 – O técnico da ONG Maurício Lemos é convidado para ser o Coordenador Técnico da Seleção Brsileira de Basquetebol em Cadeira de Rodas nos JOGOS PARADESPORTIVOS da Rio de Janeiro.

 

Dezembro  2006 – Começa o Campeonato Estadual do Rio de Janeiro. A Andef tenta surpreender a ONG com a contratação de dois reforços da equipe vice Campeã brasileira, Cleber e Sandoval dos Leões de Pernambuco. Marcos Madeira supervisor da ONG, só com o conhecimento do Presidente  contrata da mesma equipe de Pernambuco, Irio, Serginho e Claudio par integrar a equipe da ONG. Imaginem o resultado: ONG TRI-CAMPEÃ CARIOCA. Foram mais três jogos durante o campeonato e mais três vitorias da ONG sobre a ANDEF.

 

Novembro  2006 – Acontece em Recife o Campeonato Brasileiro de Basquetebol em Cadeiras de Rodas da  1º  Divisão, onde a ONG teve um papel importante na vida da equipe da ANDEF. Em jogo emocionante, a ONG vence pela 15º vez consecutiva a equipe da ANDEF e este resultado não é comemorado, pois a ANDEF cai para a 2º Divisão do Brasileiro de cadeiras de rodas. A ONG fica em 9º lugar e continua entre a elite do basquete em cadeiras de rodas na 1º divisão.

 

Agosto 2006 – Jogando contra equipes de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, a Esporte Sem Fronteiras/Campos é Bicampeã Regional Leste. O evento, foi realizado na cidade de Campos dos Goytacazes e organizado pela ONG – Esporte sem Fronteiras, Secretaria Municipal de Esportes e Confederação Brasileira de Basquete Cadeirante (CBBC) marcou a quinta decisão entre ESF/Campos e Andef. Resultado: ONG 61 a 54 ANDEF.

 

Março 2006 – ONG conquista a Copa Vindimia, em Mendonza, na Argentina. Jogando contra equipes do Chile, Uruguai, Argentina e Allstar Rodas (Brasil), a Esporte Sem Fronteiras/Campos é Bicampeã de forma invicta.

 

Setembro  2005 – O Técnico da ONG Prof. Mauricio Lemos é convocado pela Confederação Brasileira de Basquetebol em cadeiras de Rodas para dirigir a Seleção Leste no Campeonato Brasileiro de seleções.

 

Agosto 2005 – O atleta pivô da ONG Foquinha  viaja para o mundial na Inglaterra, é a Ong na Inglaterra. O Brasil fica em sétimo lugar.

 

Março 2005 – Convocação do pivô Ramires (Foquinha) da ONG para a seleção Brasileira para disputar o torneio na Argentina  de classificação para o mundial na Inglaterra. Resultado Brasil Campeão do torneio e Classificado para o mundial.

 

Fevereiro 2005 – Mais um título e mais uma vez sobre a ANDEF. Com uma campanha perfeita, 12 vitórias e 12 jogos, a Esporte Sem Fronteiras/Campos é BI-CAMPEÃ ESTADUAL. O título vem com a vitória por 46 a 40, na casa do adversário, em 19 de fevereiro. O pivô Foquinha é o primeiro atleta da entidade a ser convocado para a Seleção Brasileira.

 

Dezembro 2004 – O Estadual é paralisado para a disputa da Liga Nacional. Jogando contra as melhores equipes no País, a ESF/Campos fica na sétima colocação, com quatro vitórias e duas derrotas. As derrotas foram para o Clube Esportivo Sobre Rodas/Leões, de Recife, atual tricampeão brasileiro, e para o Águias, de São Paulo, umas das maiores potencias do Brasil. Para a história fica a vitória épica contra o All Star, de Belém, por 49 a 48, na prorrogação. A partida é considerada a melhor da competição.

 

Novembro 2004 – Terceiro título em três meses. Jogando contra equipes de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, a Esporte Sem Fronteiras/Campos é CAMPEÃ REGIONAL LESTE. O evento, organizado pela Confederação Brasileira de Basquete Cadeirante (CBBC) marcou a quarta decisão consecutiva entre ESF/Campos e Andef. Resultado: 49 a 39 para os campistas.

 

Outubro 2004 – Como prévia do Campeonato Estadual, é organizado o Torneio Início. A Esporte Sem Fronteiras/Campos mais uma vez não dá chances aos seus adversários e o resultado:Ong Campeã do Torneio Início.

 

Setembro 2004 – Organizado pela Federação de Basquetebol do Estado do Rio de Janeiro (Feberj), o Rio Open de Basquete Cadeirante é vencido pela Esporte Sem Fronteiras/Campos. Na decisão, no dia 30 de setembro, vitória sobre a Andef, 58 a 48, e mais um título invicto.

 

Março 2004 – A conquista do Campeonato Estadual deu visibilidade a equipe campista, que foi convidada para representar o Brasil na Copa Vindimia, em Mendonza, na Argentina. Jogando contra equipes do Chile, Uruguai e Argentina, a Esporte Sem Fronteiras/Campos é CAMPEÃ de forma invicta.

 

Novembro 2003 – Em seu primeiro ano de disputa do Campeonato Estadual, a Esporte Sem Fronteiras vence o play-off decisivo contra a Andef (Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos) por 3 X 0 e conquista o primeiro título de melhor equipe de basquete cadeirante do estado do Rio de Janeiro.